Secretaria dialoga com Comissão de Educação da ALBA sobre projetos para fortalecer a aprendizagem

Reunião_Comissão de Educação da ALBA (57)

A Secretaria da Educação do Estado apresentou à Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Serviço Público da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), as ações que estão sendo implementadas para melhorar o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. Representantes da comissão foram recebidos pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e pela equipe técnica da Secretaria, na quarta-feira (20), na sede do órgão, no Centro Administrativo a Bahia (CAB). A iniciativa também teve o objetivo de aproximar os parlamentares para que contribuam como parceiros neste processo.

O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre o encontro. “A ideia é realizarmos este diálogo com os deputados que fazem parte da Comissão para que tragam contribuições e sugestões que venham somar às nossas ações na rede estadual. Esta primeira reunião foi para apresentar a equipe e mostrar que estamos abertos a conversar e ouvir suas propostas. Sabemos que é fundamental atrair parceiros para esta reestruturação da Educação, conhecendo o nosso trabalho, sugerindo adequações e pautando iniciativas dentro do conhecimento deles na área da Educação em toda a Bahia”, destacou.

Segundo a presidente da Comissão de Educação, a deputada estadual Fabíola Mansur, o encontro marca um momento muito esperado pelos parlamentares. “Esta é primeira vez que estamos sendo recebidos pela Secretaria da Educação do Estado, o que mostra que existe este compromisso de que possamos atuar também nessa reestruturação. Assim como a nova equipe técnica da Secretaria da Educação, temos novos deputados integrando a Comissão e, por isso, acredito que poderemos trazer ótimas contribuições para a melhoria da educação nestes próximos quatro anos”, disse.

Ainda participaram da reunião, a deputada estadual Olívia Santana; os deputados estaduais Jurailton Santos, Osni Cardoso, Hilton Coelho e Robison Almeida; a diretora do Instituto Anísio Teixeira (IAT), que é ligado à estrutura organizacional da SEC; e coordenadora executiva da Secretaria de Relações Institucionais (SERIN), Mary Cláudia, representando a secretária Cibele Carvalho.

Secretaria mobiliza educadores para a Semana Pedagógica 2019

jornada-pedagogica_0

Com o objetivo de planejar o ano letivo de 2019, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizará, entre os dias 4 e 8 de fevereiro, a Semana Pedagógica, em todas as unidades escolares da rede estadual de ensino. Como parte das ações, nesta quarta-feira (16), às 8h, será realizada uma videoconferência no Instituto Anísio Teixeira (IAT), que será retransmitida para todos os Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), para que gestores e professores participem das discussões.

Este ano, a Semana Pedagógica terá como tema “Pilares para a garantia do direito de aprender: currículo, formação, acompanhamento e avaliação”. Durante a Semana Pedagógica, professores, gestores e coordenadores pedagógicos irão discutir ações e atividades para a melhoria da aprendizagem, além de avaliar o conteúdo e estratégias de articulação entre os projetos e o currículo.

 

O superintende de Políticas para a Educação Básica do Estado, Ney Campello, falou da importância da iniciativa. “O nosso objetivo central é discutir uma mudança dos indicadores educacionais nas escolas públicas do Estado e, por isso, elegemos como tema esses pilares que são: currículo, formação, acompanhamento e avaliação. No currículo, nós vamos discutir uma requalificação da oferta; na formação, nós vamos discutir a utilização mais eficiente pela escola das atividades complementares; no acompanhamento, nós vamos realizar a discussão com a escola para acompanhar a cada unidade letiva por seus resultados; e, por fim, na avaliação, nós vamos buscar propor novas estratégias de avaliação que colaborem para a elevação do sucesso escolar”, destacou.

 

A programação da Semana Pedagógica inclui: apresentação da linha do tempo “Escuta Inspiracional à elaboração do Currículo Bahia”; apresentação dialogada para saber como fica o planejamento da unidade escolar a partir das orientações gerais do Currículo Bahia e, também, referente às orientações pedagógicas para o acompanhamento da aprendizagem dos estudantes. Outros destaques são oficinas sobre temas como Refletindo sobre competências e habilidades; Refletindo sobre Aprendizagem contextualizada no século XXI, Avaliação da aprendizagem e Trajetórias de sucesso escolar.

 

Videoconferência

Na videoconferência, que contará com a participação de gestores da Secretaria da Educação do Estado, os educadores irão refletir sobre qual a melhor metodologia para que a jornada aconteça em fevereiro. O propósito é apresentar conceitualmente o modelo de Semana Pedagógica, além de orientar os gestores sobre a metodologia voltada à discussão desses quatro pilares.

Secretaria da Educação do Estado ofertará mais de 2 mil vagas para formação de professores em 2019

A Secretaria da Educação do Estado ofertará 2.872 vagas para a formação de professores da rede estadual em instituições de Ensino Superior, em 2019. A iniciativa faz parte do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), gerenciados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), que desenvolve cursos de nível superior e de pós-graduação por meio da modalidade de Educação a Distância (EAD). Ao todo serão cursos distribuídos em 20 polos, ofertados por 10 instituições de Ensino Superior. As inscrições estão previstas para iniciarem em fevereiro nos sites das instituições com cursos de especialização, bacharelado, licenciatura, tecnólogo, em áreas de Cultura, Ciência, Tecnologia, Ciências Naturais e Linguagens.

 encontro-de-formacao4

O subsecretário da Educação do Estado, Nildon Pitombo, explicou que houve um alinhamento com as instituições ofertantes para que os cursos estivessem vinculados às demandas do novo perfil de oferta da rede estadual de ensino. “Nós privilegiamos especializações e graduações na área da Cultura em sintonia com ações da Secretaria da Educação, como o projeto Escolas Culturais. Trazemos a novidade de cursos específicos das Ciências Naturais, aprofundando diversos tópicos neste campo como prevê o Plano Estadual e Nacional de Educação, com ofertas de Química e Biologia, na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIFASV)”, destacou. Outros destaques para 2019 serão cursos de Gestão em Saúde, Tecnologias Digitais, Gestão de Escolas do Campo, Direitos Humanos, com foco nos estudos étnico raciais. “Ainda em diálogo com os municípios estaremos ofertando cursos de Administração Pública”, ressaltou o subsecretário.

 

As formações buscam o aperfeiçoamento dos educadores em alinhamento com diretrizes da Secretaria no sentido de fortalecer o eixo pedagógico das escolas. “Fundamentalmente queremos promover a melhoria da atuação dos professores em determinados campos, que são chaves nos Planos Estadual e Nacional de Educação, sobretudo na educação digital, no aperfeiçoamento do ensino de Ciências Naturais, onde temos pouco aprofundamento nas escolas sobre o assunto em todo Brasil e na questão da cultura, com a licenciatura de Música Popular Brasileira e Teatro. Outro ponto é o bacharelado em Biblioteconomia para criarmos um quadro que possa contribuir para a organização das bibliotecas escolares. Nessa parceria tivemos uma boa resposta das instituições, sejam as universidades estaduais e federais, e do Instituto Federal da Bahia (IFBA)”, contou Pitombo.

Secretaria da Educação abre consulta pública para a construção coletiva do novo Currículo Bahia

A Secretaria da Educação do Estado abriu consulta pública para a construção coletiva do novo Currículo Bahia, referente às Educações Infantil e Fundamental. As contribuições poderão ser realizadas a partir desta segunda-feira (15), até o dia 13 de novembro, através do Portal da Educação. Poderão participar professores, estudantes e gestores das redes públicas e privada, além de representantes de diferentes instituições educacionais e da sociedade civil, de modo a contextualizar os diversos componentes curriculares com a realidade baiana e os conteúdos educacionais trazidos pela Base Nacional Curricular Comum (BNCC).

As contribuições passarão por uma avaliação e servirão para a construção da versão final do Currículo Bahia. No Portal, estão sendo disponibilizados textos introdutórios dos componentes curriculares, organizações curriculares, além de textos integradores ao currículo voltados a questões como Territorialidade, Educação Socioambiental, Educação Inclusiva e Diversidade, para orientar na formulação das contribuições.

O superintendente de Políticas para a Educação Básica do Estado, Ney Campello, destacou a importância das contribuições dos educadores, estudantes e sociedade civil. “O nosso compromisso é de que no dia 10 de dezembro façamos a entrega ao Conselho de Educação da Bahia de uma proposta curricular diferenciada, que atenda às perspectivas dos estudantes e que seja capaz de promover a qualidade na oferta associada ao Ensino Médio. A intenção é que, entendendo a educação como um processo integral e integrado, esta mudança no currículo do Ensino Fundamental, repercuta na formação do aluno que chega no Ensino Médio, para que ele tenha continuidade no seu percurso formativo”, ressaltou.

BNCC
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. A Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das unidades federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

NOTA DE PESAR

É com todo pesar que  o NTE 06 vem  trazer a triste notícia do falecimento de nosso querido amigo, vice-diretor do CECAME e Professor Jose Jorge de Jesus Reis. Ele parte deixando-nos muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade.

As pessoas são insubstituíveis em sua existência, e quando são especiais, além da falta que fazem àqueles que as amam, deixam o mundo mais pobre. Sem o nosso amigo, o mundo perde um pouco do seu brilho, alegria e cor.

Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor. Que a luz e o amor divino pairem sobre a alma de quem sofre esta imensurável perda, e os console e lhes dê serenidade para atravessar esta tempestade.

A Deus pedimos também que dê ao nosso amigo o merecido repouso eterno em seu reino. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames.

Núcleo Territorial de Educação – NTE 06

Unidades de Ensino da Rede Estadual de Educação do Baixo Sul são selecionadas para o Projeto GrafitaÊ.

18403710_1329875370395256_7896505740504621085_n

A Secretaria Estadual da Educação através do Núcleo Territorial de Educação – NTE 06 Valença, estará realizando junto as unidades de ensino da Rede Estadual de Educação do Território de Identidade do Baixo Sul o Projeto GrafitaÊ. A ação visa convidar as escolas a utilizarem a linguagem do grafite para colorir as paredes das unidades de ensino, partindo da identidade de cada Unidade Escolar e de seus estudantes.

Neste segundo semestre letivo a Secretaria Estadual da Educação utilizará o grafite como instrumento pedagógico, utilizando as paredes das escolas para explanar sobre os diversos temas cotidianos da sociedade como o combate ao racismo, valorização da mulher, cultura da paz e o resgate da história das comunidades escolares.

A ação também contará com a participação dos líderes de classe que junto aos professores e demais estudantes estarão elencando os temas que serão debatidos em formato de oficina de grafitagem e rodas de conversas.

As unidades de ensino selecionadas pelo programa receberão através do FAED o valor de R$ 2.000,00 reais para a aquisição de materiais para o projeto, como tintas, spray, rolos, látex, bisnagas, mascaras e demais equipamentos. Já o grafiteiro será ressarcido como monitor do Programa Mais Educação ou do ProEMI.

Para a Diretora do Núcleo Territorial de Educação – NTE 06, Professora Flordolina Angélica de Andrade, “o programa GrafitaÊ fortalecerá o diálogo e a integração entre os estudantes e professores, proporcionado a expressão de ideias, sentimentos e pensamentos, através da arte, sendo um ganho para a educação que prioriza a formação integral dos nossos jovens”, ressaltou a Diretora.

Para participar da primeira etapa do projeto GrafitaÊ foram selecionados o Colégio Estadual João Leonardo da Silva, Colégio Estadual Gentil Paraíso Martins, Colégio Estadual Polivalente, Colégio Estadual Idelzito Eloy de Abreu, Colégio Estadual Andrelina Eufrasia de Jesus Reis, Colégio Estadual Estela Aleluia Guimarães,  Colégio Estadual Adelaide Souza e Colégio Estadual Luis Rogério de Souza.

A ideia é que depois de feito, o grafite permaneça nos muros, quadros e portas das escolas, estimulando alunos e funcionários a conviverem com a expressão artística todos os dias.

Escolas da Rede Estadual de Educação do Baixo Sul realizam as eleições de Líderes de Classe nesta terça-feira.


 
As unidades de ensino da Rede Estadual de Educação do Território de Identidade do Baixo Sul, estarão realizando nesta terça-feira (11/04), as eleições para escolha dos Líderes de Classe.
 
Desde 2015, os colégios estaduais vinculados ao NTE 06 – Valença, foram as primeiras unidades de ensino na história da Rede Estadual de Educação da Bahia a realizar as eleições unificadas para líderes de classe em um Território de Identidade.
 
Poderão participar das eleições todos os estudantes matriculados na rede estadual e que possuam frequência mínima de 94% em sala de aula.
 
O objetivo é potencializar a participação dos jovens nas ações realizadas nas escolas, contribuindo para a gestão democrática e participativa. 
 
Diálogos com a Juventude
 
Nesta terça-feira (11/04), também estará acontecendo à primeira edição do ano de 2017 do Encontro “Diálogos com a Juventude”.
 
Criado desde 2014, o programa visa debater com os estudantes da Rede Estadual os temas de interesse da juventude do Território de Identidade do Baixo Sul.
 
O “Diálogos com a juventude” será realizado nas unidades de ensino e terá como tema “O Papel do Líder de Classe e a importância da participação da juventude no cenário político brasileiro”.
 
Se você é estudante da Rede Estadual de Educação do Baixo Sul, participe das eleições para Líderes de Classe.
 
Promover a participação democrática dos estudantes na gestão escolar é um compromisso do Governo da Bahia.

 

Provas da seleção REDA na Educação serão realizadas no dia 7 de maio

sede-da-sec-15

A Secretaria da Educação do Estado adiou para o dia 7 de maio a aplicação das provas para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), de professores e profissionais da Educação. As provas estavam previstas para este domingo (9). Os locais da prova serão informados no cartão de convocação do candidato, disponibilizado no site www.ibrae.com.br

De acordo com a portaria publicada, nesta quinta-feira (6), no Diário Oficial, as provas serão aplicadas no turno matutino, das 8h às 12h, para as funções de professor da Educação Profissional, preceptor de estágio Enfermagem, técnico de atendimento educacional especializado, tradutor/Interprete de Libras, cuidador educacional, braillista, instrutor de Libras, professor, por segmento da Educação e o do técnico de nível médio/mediador. No turno vespertino, das 14h às 18h, serão realizadas as provas para professor da Educação Básica, da Educação Básica no Campo e Professor Indígena.

Vagas - A seleção visa a contratação de 2.483 professores da Educação Básica, Educação no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec).

São ofertadas, ainda, 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras.

Foto: Claudionor Junior

Secretaria destina R$ 16 milhões para a agricultura familiar

rui e pnae

A Se­cre­taria da Edu­cação do Es­tado lançou, na se­gunda-feira (19), no Centro Es­ta­dual de Edu­cação Pro­fis­si­onal (CEEP) Áureo de Oli­veira Filho, em Feira de San­tana, a pri­meira cha­mada pú­blica para a aqui­sição de pro­dutos oriundos da Agri­cul­tura Fa­mi­liar para a ali­men­tação es­colar. Estão sendo des­ti­nados R$ 16.353.354,05 cor­res­pon­dentes a 100 dias le­tivos. Mas, no total, serão R$ 32 mi­lhões de­di­cadas à compra de gê­neros ali­men­tí­cios da Agri­cul­tura Fa­mi­liar, re­fe­rentes a re­passes do FNDE/PNAE e do Te­souro Es­ta­dual, em 2017. O lan­ça­mento foi feito pelo go­ver­nador do Es­tado, Rui Costa e pelo se­cre­tário da Edu­cação, Walter Pi­nheiro. O se­cre­tário de De­sen­vol­vi­mento Rural do Es­tado, Jerô­nimo Ro­dri­gues, também par­ti­cipou do evento.

>> Leia o edital e saiba de­ta­lhes sobre a Cha­mada Pú­blica

O go­ver­nador Rui Costa disse que, com este edital, o Es­tado cumpre a Lei nº 11.947/2009, que de­ter­mina que pelo menos 30% dos re­cursos para a ali­men­tação es­colar sejam da Agri­cul­tura Fa­mi­liar. “Con­se­guimos avançar em 2015, 2016, fe­chando com quase 23% da ali­men­tação es­colar for­ne­cida pela Agri­cul­tura Fa­mi­liar. Com o novo edital, vamos chegar a 30% de for­ne­ci­mento e, com isso, me­lho­rando a vida dos agri­cul­tores e me­lho­rando a eco­nomia do Es­tado. Porque quando você compra dentro do Es­tado, da Agri­cul­tura Fa­mi­liar, você está de­sen­vol­vendo a nossa eco­nomia. Ao com­prar aqui, ga­ran­timos que o di­nheiro fique no nosso ter­ri­tório, no nosso Es­tado, o di­nheiro cir­cula aqui dentro e a eco­nomia se for­ta­lece” afirmou Rui.

O se­cre­tário da Edu­cação do Es­tado, Walter Pi­nheiro, des­tacou que este edital irá con­tri­buir, sig­ni­fi­ca­ti­va­mente, para o de­sen­vol­vi­mento so­ci­o­e­conô­mico e am­bi­ental dos 27 Ter­ri­tó­rios de Iden­ti­dade da Bahia e para a oti­mi­zação dos re­cursos uti­li­zados para a ali­men­tação es­colar. “A questão fun­da­mental nisso aqui tem a ver com o que nós es­tamos in­je­tando na Eco­nomia de cada ci­dade como renda e di­mi­nuindo custos na Edu­cação. Nós vamos ter uma re­dução brutal, por exemplo, de custos no ar­ma­ze­na­mento e de des­lo­ca­mento de mer­ca­doria. Vamos ter uma en­trega cada vez mais com qua­li­dade”, afirmou, ao des­tacar ou­tras van­ta­gens do edital.

“A me­renda es­colar é um ele­mento que di­a­loga di­re­ta­mente com o que se produz no campo. In­clu­sive, do ponto de vista nu­tri­ci­onal, esse con­vênio terá a proeza de a gente fazer chegar na es­cola aquilo que sai da terra. Por exemplo, as frutas para os sucos, as raízes, a pos­si­bi­li­dade do uso desses pro­dutos para o mingau e os ali­mentos cen­trais, que são o arroz e feijão, por­tanto com mais qua­li­dade”, des­tacou Pi­nheiro.

A ação, que tem o apoio da Se­cre­taria de De­sen­vol­vi­mento Rural do Es­tado, be­ne­ficia for­ne­ce­dores in­di­vi­duais, grupos for­mais (co­o­pe­ra­tivas) e grupos in­for­mais (as­so­ci­a­ções), está sendo bas­tante fes­te­jada pelos agri­cul­tores fa­mi­li­ares e pelas co­o­pe­ra­tivas, como ex­plica Re­gina Dantas de Car­valho, vice-pre­si­dente da Rede de Co­o­pe­ra­tivas Vale do Rio Ga­vião, no Su­do­este Baiano.

“Vejo este edital com muita es­pe­rança e como um sonho re­a­li­zado. Este edital re­pre­senta levar o ali­mento sau­dável para as mesas das es­colas e também for­ta­lece a agri­cul­tura fa­mi­liar e o co­o­pe­ra­ti­vismo no Es­tado da Bahia. Com ações assim, nos temos con­di­ções, nas bases, com nossos co­o­pe­rados, de ga­rantir que eles pro­duzam com qua­li­dade, porque temos mer­cado para os pro­dutos e o me­lhor mer­cado, que é o ins­ti­tu­ci­onal”, co­me­morou Re­gina.

Para o se­cre­tário-geral da Cen­tral de Co­o­pe­ra­tivas e Em­pre­en­di­mentos So­li­dá­rios (Unisol Brasil), Is­rael de Oli­veira Santos, o edital chegou “em um bom mo­mento para que possa co­la­borar para que os mu­ni­cí­pios for­ta­leçam suas eco­no­mias lo­cais. Além de dar um passo im­por­tante para a con­cre­ti­zação da im­plan­tação da Lei nº 11.947/2009″, afirmou. Atu­al­mente a Unisol Brasil possui 160 em­pre­en­di­mentos afi­li­ados na Bahia, en­vol­vendo em torno de 500 fa­mí­lias, em cerca de 300 mu­ni­cí­pios.

Os in­te­res­sados em par­ti­cipar da cha­mada pú­blica devem acessar o edital ou pegar uma cópia na sede da Se­cre­taria da Edu­cação do Es­tado (Centro Ad­mi­nis­tra­tivo da Bahia), das 8h30 às 12 e das 14h às 18h.

#Especial TransformaÊ no NRE06: Colégio Estadual Maria Xavier Andrade Reis estará realizando a virada educacional Bahia nesta terça-feira(06/12).

maria xavier

O Colégio Estadual Maria Xavier Andrade Reis, situado no município de Presidente Tancredo Neves estará promovendo nesta terça-feira, 06 de dezembro, o projeto #TransformaÊ: Virada Educacional Bahia.

Estudantes, Professores e equipe gestora da unidade de ensino estão preparando uma série de atividades e mobilizações junto à comunidade externa, serão 12 horas seguidas de atividades voltadas para a integração entre escola, família e comunidade local.

Durante esta terça-feira a unidade de ensino estará realizando diversas ações educativas e culturais como oficinas, debates, exibição de filmes e documentários, exposições artísticas, jogos educativos e apresentações culturais, tudo produzidos pelos estudantes da UEE.

“É um momento que causa grande euforia e expectativa para todos. O TransformaÊ é de suma importância para a comunidade escolar, uma vez que as atividades serão direcionadas para divulgar os trabalhos dos estudantes que são realizados durante o ano letivo”, ressaltou a professora Simone Quirino, docente da unidade escolar.

Os estudantes e professores estão bastante engajados na elaboração das atividades que serão apresentadas na virada educacional. Para o estudante Arilan Trindade, aluno do 3º ano Matutino, “O projeto é uma experiência lúdica para mostrar à comunidade, aos professores, e demais alunos aquilo que temos de melhor. O projeto é a cara da juventude do CEMXAR, através de pequenos atos estamos dispostos a Transformar”, comemorou o estudante.

“Estamos no final do ano letivo e O TransformaÊ será uma grande confraternização entre equipe, professores, alunos, pais e comunidade, onde além das ações do projeto, comemoraremos as grandes conquistas do ano 2016 e teremos a oportunidade de refletir sobre o que queremos para 2017”,  comemorou a professora Maria Milza, Diretora da Unidade Escolar.

Participe você também da Virada Educacional Bahia nas escolas estaduais do Baixo Sul, o território da educação.