Escolas têm até 14 de abril para a etapa preparatória da III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

índice

A Secretaria da Educação do Estado prorrogou até 14 de abril o prazo para que as escolas estaduais realizam a etapa escolar, que é preparatória para a III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente – “As escolas da Bahia cuidando das águas”, que será realizada de 7 a 9 de maio, em Salvador. A atividade tem como objetivo promover a ampla discussão sobre o tema entre os jovens que se encontram para ouvir, falar e divulgar suas ideias e ações, contribuindo para a construção de um futuro sustentável.

Para o coordenador de Educação Ambiental e Saúde, Fábio Barbosa, a prorrogação do prazo foi oportuna para as escolas. “É uma forma de oportunizar as escolas que ainda não realizaram a conferência e promovam esse processo que é extremamente importante, principalmente por trazer este ano temática água e uma forma também de exercitar a democracia por meio da eleição dos projetos e das escolhas dos delegados, que representarão a escola nas etapas subsequentes”, disse.

Aproveitando a prorrogação, a comunidade escolar do Colégio Estadual Pinto de Aguiar, localizado no bairro Mussurunga, em Salvador, realizará a etapa escolar da Conferência no dia 12 de abril. A programação inclui exposição dos trabalhos com gráficos e maquetes e a criação de um mural em grafite com temas voltados para água. “Estamos mobilizando toda a escola para este projeto e no dia do evento vamos ocupar quase todos os ambientes da unidade com cartazes, exibição de filmes e documentários sobre a água, seus benefícios e a preservação, além das apresentações e escolha do trabalho que irá representar a escola na Conferência de 7 a 9 de maio”, explica a diretora Ana Paula Ramos.

A estudante Juliana Vitória Costa, 11, 6º ano, conta que está ansiosa para apresentação do projeto de sua equipe. “Vamos falar sobre aproveitamento da água na escola. Pesquisamos formas de aproveitar a água da chuva na horta da escola e vamos apresentar nosso trabalho através de uma maquete e alguns cartazes que estamos montando”, revela.

Já a turma de Bruna Leal, 11, 7º ano, está pesquisando sobre os rios, em especial o Rio do Baixinho, que passa próximo ao colégio. “Para saber mais sobre os rios, quantos e quais existem em nosso país, realizamos várias pesquisas. Vamos comentar, durante nossa apresentação, sobre eles, mas iremos focar na importância e revitalização do rio que está mais próximo da escola, que é o Rio do Baixinho”, comenta a estudante.