Estudantes da rede estadual elegem seus líderes de classe

 índice

Os estudantes da rede estadual de ensino da capital e interior do Estado estão escolhendo os seus representantes durante a eleição de líder e vice-líder de classe, iniciada nesta segunda-feira (9) e que segue até esta terça (10). A iniciativa, que deverá eleger mais de 45 mil estudantes, contribui para uma gestão democrática e participativa, além de promover o empoderamento juvenil.

No Colégio Estadual Pinto de Aguiar, localizado no bairro de Mussurunga, em Salvador, a eleição mobilizou toda a comunidade escolar, nesta segunda-feira. Todos estavam animados para votar e exercer o ato de cidadania. Este é o caso da estudante Eliana Bonfim dos Santos, 10, 6° ano. “É a primeira vez que eu participo de uma eleição de líder de classe e isso é muito legal, porque estamos elegendo um colega que irá nos representar”, afirmou.

Para o candidato a líder de classe Caique Nunes, 12, 6° ano, a função de líder de classe é uma grande responsabilidade. “Se eu for eleito, pretendo ajudar os meus colegas e a direção da escola no que for preciso”, garantiu. Já o candidato a líder Andrey Zuanee da Silva, 13, 6º, comentou: “Estou mais preparado e responsável para ajudar a solucionar os problemas da sala e da escola e, para isso, pretendo fazer reuniões para ouvir a opinião de cada colega”, revelou o estudante.

Para a diretora do colégio, Ana Paula Ramos, a eleição de líder é muito importante.  “A eleição de líder de classe é uma maneira do estudante perceber a importância de exercer o papel da cidadania, pois se torna um adulto melhor e participativo na sociedade. Isso faz com que também os alunos atuem desde pequenininhos como agentes educativos na própria escola”, destacou a gestora.

Nos colégios estaduais Rômulo Galvão e Deputado Henrique Brito, localizados em Salvador, a eleição acontece nesta terça-feira (10), envolvendo a participação dos estudantes de todas as séries.

O papel do líder – Os estudantes eleitos serão os interlocutores da turma junto à comunidade escolar. Entre as atividades, eles devem cuidar do interesse coletivo, identificando as necessidades das turmas relativas à melhoria do processo de ensino e aprendizagem e estimular o bom relacionamento dos estudantes, por meio do diálogo.