Professores corrigem e orientam estudantes sobre a redação para o ENEM por meio do projeto Redijaê

 

índice

 

Dentre as estratégias adotadas pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia para dar suporte aos estudantes da rede que irão fazer o Exame Na­ci­onal do En­sino Médio (ENEM), nos dias 5 e 12 de novembro, está o Redijaê. A ação faz parte do projeto ENEM 100% e a proposta é a de que os estudantes escrevam e envie suas redações para o ambiente virtual da plataforma Anísio Teixeira (http://colaborativus.pat.educacao.ba.gov.br/enem/).

Os textos são analisados por professores da rede estadual e por estudantes de universidades públicas e particulares e devolvidos para os alunos, com as observações necessárias para o aperfeiçoamento da escrita dissertativa.

O projeto permite o envio de duas redações. Na primeira etapa, que aconteceu entre os dias 21/9 e 8/10, 1.466 redações foram postadas sobre o tema “ Escola sem partido e os caminhos para a liberdade de expressão”. A devolutiva foi dada no dia 19/10. Neste segundo momento, os estudantes têm até esta quarta-feira (25) para postar a sua segunda redação sobre o tema “Sustentabilidade e os desafios das corporações para a preservação ambiental”.

A coordenadora de Currículo e Desenvolvimento Humano da Secretaria da Educação do Estado, Jurema Brito, ressalta que o Re­dijaê é um me­ca­nismo de for­ta­le­ci­mento do pro­cesso de pre­pa­ração dos es­tu­dantes. “O Redijaê é uma das ações do ENEM 100%, que funciona como um conjunto de estratégias para ajudar o estudante que vai fazer o Exame, já que a redação é uma etapa muito importante para o ENEM. Então, o que queremos com o Redijaê é que o estudante compreenda as competências, através dos cursos online que oferecemos no ambiente virtual do Portal da Educação, e possam produzir um texto eficiente para que tenha mais chance de entrar para o Ensino Superior”.

 

Passo a passo - Para par­ti­cipar do projeto, o es­tu­dante deve acessar o link: http://colaborativus.pat.educacao.ba.gov.br/enem/

Colégios estaduais começam a aplicar a Prova Brasil na próxima segunda-feira

índice

 

Os estudantes da rede estadual de ensino deverão participar, a partir de segunda-feira (23), da aplicação das provas nacionais de Língua Portuguesa e Matemática do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB)/ Prova Brasil 2017. As provas serão realizadas em um único dia nas escolas, no período de 23 de outubro a 3 de novembro, conforme agendamento prévio feito pela empresa responsável pela aplicação. Esta avaliação é fundamental para o replanejamento de ações pedagógicas, visando a melhoria dos processos de ensino e de aprendizagens.

A Prova Brasil inclui estudantes do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, da 3ª  série do Ensino Médio e da 4ª série da Educação Profissional, contemplando as escolas públicas das zonas urbanas e rurais. A avaliação do SAEB contribui para a obtenção de um diagnóstico da Educação Básica, que também subsidiará a formulação, reformulação e o monitoramento das políticas públicas nas esferas municipal, estadual e federal.

De acordo com a superintendente de Gestão da Informação da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Cristiane Ferreira, o objetivo não é reprovar ou aprovar o aluno, mas obter um diagnóstico sobre o que os estudantes aprenderam em Língua Portuguesa e Matemática, durante os anos de estudo. “É muito importante a participação de todos os professores neste trabalho de sensibilização junto aos estudantes da rede, para que eles façam a prova de forma mais consciente e responsável”, afirma Cristiane Ferreira, ao acrescentar que as famílias também têm um papel fundamental no sentido de estimular os filhos a participarem deste processo.

As avaliações irão testar conteúdos ligados à leitura e interpretação de textos diversos (charges, piadas, tirinhas, contos, crônicas, cartas, fábulas, poemas, propagandas), no caso de Língua Portuguesa, e questões voltadas aos temas espaço e forma; grandezas e medidas; número e operações/álgebra e funções; e tratamento da informação, no caso de Matemática.

Nesta edição, o SAEB/Prova Brasil deixou de ser amostral para os estudantes do 3ª série do Ensino Médio e passou a ser censitária, envolvendo, também, os estudantes da 4ª série da Educação Profissional. As provas do SAEB serão aplicadas na Bahia pela Fundação Getúlio Vargas e o tempo para a realização é de duas horas e 30 minutos.

Cartilha – Os professores e gestores escolares podem obter maiores informações sobre o processo, através da Cartilha do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB). O material, publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), está disponível para download no Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br

Cartilha orienta professores e gestores sobre a aplicação da Prova Brasil

índice

 


Empossado os lideres do Grêmio Estudantil no CEEP em Valença.

 

22406141_1981569112062160_4555733255197447083_n

 Na manhã desta terça-feira (10/10) foi empossado os lideres do Grêmio Estudantil no colégio CEEP de Valença.

22365612_1981569858728752_4669948802123143151_n

Participaram da cerimônia de posse os estudantes, gestores da rede estadual de educação do Baixo Sul e a Diretora do NTE 06 Flordolina Angelica de Andrade .

22282012_1981578132061258_5328349158143036108_n

  Para a Diretora do NTE Flordolina Angelica de Andrade“É um momento ímpar que estamos vivenciando na manhã de hoje, onde de forma efetiva os estudantes estão exercendo a sua participação no ambiente escolar. Tenho a plena certeza que juntos construiremos uma escola de todos nós”. Comemorou a Diretora do NTE 06.

22309083_1981578468727891_1106924875060904325_n

Em seu discurso a presidenta do Grêmio, Ana Paula,“Estamos aqui para cooperar e a partir de hoje nós somos a voz dos estudantes. Espero que todos se engajem nessa luta. Vamos tornar nossos sonhos possíveis”. Salientou a presidenta. 

Promover a participação dos estudantes na gestão escolar é um compromisso do Governo da Bahia.

 

Colégio da rede estadual é selecionado para participar de documentário

03_92

 

O Colégio Estadual Paulo César da Nova Almeida, localizado no município de Ibirapitanga, no Baixo Sul baiano, é uma das dez escolas selecionadas – entre 200 unidades de todo o país – para participar do documentário sobre práticas pedagógicas relacionadas à promoção da igualdade de raça e de gênero, que está sendo produzido pelo Centro de Estudos das Relações do Trabalho e Desigualdades (CEERT), com sede em São Paulo. Isto se deve aos desdobramentos da ação ‘Diálogos da Diversidade’, promovida pela escola e vencedora do 7º Prêmio Educar para a Igualdade Racial e de Gênero, realizado em 2015, pelo CEERT.

As gravações para o documentário foram iniciadas na semana passada, com a participação de estudantes, professores e gestores, no próprio Colégio Estadual Paulo César da Nova Almeida. A aluna Monique Batista, 17, 3º ano, fala com orgulho da sua contribuição. “Fiquei muito feliz de poder compartilhar algumas práticas importantes que realizamos aqui na nossa escola, que contribuem para o debate sobre o combate ao racismo e respeito à diversidade. São ações importantes, como debates e apresentação de peças teatrais, que visam a conscientização de todos nós. Sou muito orgulhosa de fazer parte dessa história que, agora, está sendo documentada”.

O colega Werlis Mota, 17, 3º ano, também se declara envaidecido com a repercussão nacional que o colégio onde estuda está tendo. “É muito importante para a nossa formação estudarmos em uma unidade que nos faz sentir parte integrante da sociedade, que promove o debate sobre temas atuais e necessários e abre espaço para que a gente exponha as nossas opiniões. Isto tem um impacto forte nas nossas vidas”.

O diretor Eleondes Coelho ressalta a atuação do colégio visando uma educação transformadora, voltada ao diálogo sobre questões raciais, de gênero e proteção à mulher, entre outros temas curriculares pedagógicos. “Estamos muito orgulhosos de termos sido uma das dez escolas de todo o país a participar do documentário. Entre as ações que realizamos na escola, destaco a mobilização que fizemos junto à população pela proteção à vida e contra a violência à mulher. Outro destaque foi a questão do acolhimento às alunas que estão amamentando, a exemplo de Amanda Barroso, 18, que participa do documentário. Também realizamos práticas relacionadas à consciência negra, levando em conta que cerca de 90% da comunidade escolar é negra”, relata o gestor.

A representante do CEERT-SP, Gisele dos Anjos, comenta sobre a iniciativa do arte-educador Francisco Nascimento, ex-professor do colégio, idealizador da prática ‘Diálogos da Diversidade”: “Posso dizer que, depois das visitas à unidade, fiquei ainda mais fã desse educador fantástico, comprometido com uma educação emancipatória que ultrapassa os muros da escola”

 

Programa Primeiro Emprego reconvoca egressos da rede estadual de educação profissional

emprego2

O Programa Primeiro Emprego está convocando novamente os beneficiários da primeira, segunda e terceira etapas do programa para comparecimento aos postos do Sinebahia mais próximos de suas residências. A iniciativa oferece até dois anos de experiência profissional para quem já fez o curso técnico na rede estadual de educação profissional.

Aqueles candidatos que participaram da seleção devem conferir se seus nomes estão nas listas de reconvocação para que possam ir ao Sinebahia e, em seguida, assumir sua vaga de emprego.
É necessário levar RG, Carteira de Trabalho e Comprovante de Residência. Os egressos também devem deixar seus contatos atualizados na escola onde estudou para facilitar a sua localização pela coordenação do programa.
Caso o beneficiário já tenha comparecido ao Sinebahia e já esteja habilitado, ele deve aguardar o chamado da entidade contratante. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail primeiroemprego@governadoria.ba.gov.br.
Confira as listas de reconvocação:

 Municípios 1 a 10: Salvador, Alagoinhas, Vitória da Conquista, Juazeiro, Guanambi, Eunápolis, Itabuna, Ilhéus, Feira de Santana e Jequié.

Municípios 11 a 25: Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Camaçari, Itororó, Senhor do Bonfim, Gandu, Ibotirama, Barreiras, Caetité, Ribeira do Pombal, Paulo Afonso, Capim Grosso, Seabra, Itaberaba e Catu.

Municípios 26 a 45: Valença, Jaguarari, Ipiaú, Irecê, Jaguaquara, Serrinha, Caculé, Entre Rios, Lauro de Freitas, Araci, Ituberá, Simões Filho, Esplanada, Santaluz, Conceição do Jacuípe, Macaúbas, Santa Maria da Vitória, Wagner, Cícero Dantas, Cândido Sales.
Municípios 46 a 90: Andorinha, Santa Rita de Cássia, Buerarema, Amargosa, Brumado, Santo Amaro, Uauá, Tucano, Ipirá, Irará, Jacobina, Jeremoabo, Mata de São João, Arataca, Itapetinga, Piritiba, Itambé, Iaçu, São Domingos, Itanhém, Riachão do Jacuípe, Teixeira de Freitas, Mundo Novo, Amélia Rodrigues, Maraú, Caturama, Itabela, Miguel Calmon, Itamaraju, Boquira, Vera Cruz, Xique-Xique, Maracás,

Transparência e Planejamento.

22090056_1978960955656309_2393630710551793148_n

 

Os auditores do Tribunal de Contas do Estado iniciaram no dia de hoje o levantamento de informações referente a prestação de contas das Unidades de Ensino da Rede Estadual de Educação do Território do Baixo Sul e do NTE 06 Valença. As informações levantadas servirão para dar início ao processo de auditoria interna na Rede Estadual de Educação que está acontecendo em todo o estado da Bahia.

*#Transparência*
*#Planejamento*
*#Controle*
*#EducaçãoBahia*

Vem aí o 2º edital do mais futuro. Se Ligue e Aproveite!

22046796_1462787230437402_1289341551611068268_n

 

Atenção, estudantes. O 2º edital do Mais Futuro será lançado nos próximos dias e você não pode perder a chance de conseguir o Auxílio-Permanência de até R$600,00 ou um estágio em órgão público. Atualize agora mesmo seu cadastro, individual ou familiar, no CadÚnico. É muito simples, basta que o responsável pela sua família vá até a Prefeitura ou CRAS de sua cidade. Se o seu cadastro for individual, você mesmo deve fazer a atualização. Corra e garanta sua permanência na universidade.
#NTE 06
#Educação Bahia